Metodologias

METODOLOGIAS

Convergência, Cooperação e Corresponsabilidade = (CO)³

Convergência, Cooperação e Corresponsabilidade = (CO)³

O nosso trabalho se baseia na metodologia (CO)³, que parte da premissa de que o desenvolvimento é um processo endógeno, ou seja, estimulado e trabalhado junto às pessoas. Essa é uma das estratégias que utilizamos para cada um de nossos projetos. Acreditamos que assim é possível gerar engajamento, tornando o vínculo entre as comunidades e os parceiros mais efetivo. A metodologia é centrada em três pilares:

Buscamos convergir interesses de empresas e comunidades.

Tratamos as demandas e soluções de modo participativo, onde a cooperação é estimulada.

Os atores envolvidos são chamados à reflexão a partir do entendimento dos papeis e responsabilidades de cada um no processo de desenvolvimento.

DIÁLOGO SOCIAL

Outra metodologia que se destaca na orientação de nossas práticas é o Diálogo Social, que conduzimos, principalmente, em territórios impactados por grandes empreendimentos como os de mineração e as usinas metalúrgicas, por exemplo. Por meio da implementação de Comitês Locais intersetoriais e interdependentes, conseguimos conduzir a estratégia ESG com uma ênfase no relacionamento coletivo e uma agenda local na busca de soluções integradas para resolução de problemas, catalisada por meio do suporte de base fomentado pela CDM. 

TECNOLOGIA SOCIAL E RESULTADOS

ESTRATÉGIAS PARA CONDUZIR NOSSAS AÇÕES, PROJETOS E PROGRAMAS

Além da metodologia (CO)³ e do Diálogo Social, utilizamos outras estratégias para conduzir nossas ações, projetos e programas.
Conheça quais são elas e os seus principais resultados:

NOSSOS DIRECIONADORES

“Valor compartilhado e resultados mensuráveis.”

“Valor compartilhado e resultados mensuráveis.”

Comunidades e associações esperam das empresas e do poder público que estejam socialmente e ambientalmente engajadas. Por isso, cabe a eles ter uma atuação responsável, sustentável e que impacte positivamente as pessoas e os territórios direcionados. Para apoiar nessa atuação social e ambientalmente responsável, contamos com as seguintes diretrizes:

• Estabelecer estratégias e práticas baseadas nos requisitos da pauta ESG a partir do relacionamento
e do diálogo qualificado com os diferentes públicos;

• Fortalecer a articulação e a relação entre empresas e comunidades, com equinamidade e inclusão, sob uma gestão ética, transparente e corresponsável.

AGENDA 2030: OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Os programas, projetos e iniciativas realizadas pela CDM alinham-se aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, contribuindo para o cumprimento das metas da Agenda 2030 da ONU. Contribuímos para que as empresas atuem de forma sustentável, de acordo com as boas práticas ESG. Apoiamos empresas em uma atuação responsável e comprometida com as pautas ESG (Governança ambiental, Social e Corporativa), desenvolvendo ações sustentáveis e conscientes. 

ESG

NA PRÁTICA

Os preceitos da atuação ESG estão nas ações de fortalecimento institucional comunitário, que promovem a capacitação em temas como trabalho em rede, gestão social, comunicação, elaboração de projetos, captação de recursos e prestação de contas.
Esse investimento promove um círculo virtuoso em que todos ganham: a comunidade, por ter autonomia na proposição de soluções de problemas identificados; e a empresa, no fortalecimento do relacionamento comunitário e investimento em projetos de demandas locais.